sexta-feira, 27 de junho de 2014

Uma Noite no Bistrô - Empório Sacra Família

 

Olá queridos seguidores, venho hoje trazer informações sobre um Bistrô, muito especial, onde a especialidade é a cozinha italiana. Situado em uma cidadezinha colonial, datada de 1970, que de tão pequenininha e charmosa, lembra uma cidade cenográfica, este pequeno pedaço de mundo é conhecido por Sacra Família do Tinguá, distrito de Paulo de Frontin, interior do Rio de Janeiro.

O referido Bistrô, leva o nome da cidade, sendo popularmente conhecido, como Empório Sacra Família.
 
O Bistrô, tem ares de Ateliê, pois é recheado de peças de arte e antiguidades do século 19, bem como inúmeros trabalhos manuais, feitos por artesãos da região. Chama a atenção, logo na chegada, pois nos deparamos com uma casinha de caboclo, cor de barro, rodeado por um lindo jardim, que durante a noite, fica iluminado por uma belíssima fogueira, a entrada já é o suficiente para nos despertar a curiosidade em conhecermos o que tem para além das cortinas feitas em contas de cristais.
 
 
 

Quando entramos, mais surpresas, o ambiente é todo decorado, de uma maneira peculiar e única, confesso que nunca vi uma “bagunça” tão arrumada e harmoniosa. Onde nada parece combinar com nada, e combina com tudo, uma mistura de cores, texturas, estilos, que casam perfeitamente, e vivem ali, felizes para sempre, como se tivessem nascido uns para os outros, como pode? É lindo e singular e de tão especial, não dá para tentar reproduzir em casa, seria um esforço inútil, a beleza do Empório, está justamente no fato de ser ÚNICO, nunca vi nada igual.
 

  Sombrinhas bordadas em Valença - RJ, compõem a decoração.

 
 Beleza e requinte à mesa.
 



 
Capricho, é a palavra de ordem no Bistrô.

 
 
 
Nos dias frios, uma deliciosa lareira, aquece um dos cômodos do Empório, o cenário perfeito para casais apaixonados. 



A rusticidade, que tanto adoro, sempre presente.
 

Aguardar, aquecida pelo calor da lareira, sentindo o aroma da comida, sendo preparada, numa cozinha  pequenina, e super charmosa, ouvindo boa música, não dá para ver o tempo passando.
 
 
Charme à mesa



A entrada foi o Antepasto Misto, uma combinação de queijo grana padano, presunto de parma, brusqueta, focaccia, melão, pera portuguesa e mel.


 
Escolhi para o jantar, o Risotto de Funghi, que super recomendo, é delicioso. Sabor marcante, vale a pena experimentar.



De sobremesa, resolvi provar o Pannacotta, com Calda de Morangos. Também delicioso e muito leve.


 
A cereja do bolo, foi esse vinho de sobremesa Toscano, que além da apresentação ser linda, é muito gostoso, e confesso que eu tinha muita vontade de provar. Trata-se do Biscotti in Vin Santo, Esse  vinho de sabor forte e acentuado é servido com o Cantuccini (biscoito de amêndoas). Tradicionalmente, molha-se o biscoito no vinho, para degustar essa delícia dos Deuses!
Agradeço à Amiga Adriana, braço direito do chef, por me apresentar esse mimo!!!
 

Cantuccini in Vin Santo

 
 
 
Agradeço, especialmente ao Chef Alessandro Bova, pelo carinho de sempre, pelo bom gosto, e por compartilhar conosco, da sua maravilhosa culinária.
Grazie Mille Alessandro!

 
Informações Úteis:
 
Importante: o restaurante não aceita cartões de crédito, o pagamento precisa ser em dinheiro.
 
Funcionamento: de Quinta a Sábado
das 9h às 22h e Domingo
de 9h as 15h
 
Almoço aos Sábados e Domingos
 
Reservas: (024 )2468- 1496
 
Endereço: Av. Roger Magalhães nº237 - Sacra Família do Tinguá, distrito de Engenheiro Paulo de Frontin - RJ
 
 
 
 
 
 
 
 

domingo, 15 de junho de 2014

O Divã Sobe a Serra.

 

Olá Pessoas, o Divã na Cozinha em uma das suas idas e vindas por este mundão de Deus, encontrou em meio às curvas da  Serra da Mantiqueira, um lugarejo, que mais parece um pedacinho de céu, chamado Serra do Funil, localizada a 19 Km do município de Rio Preto - RJ

O nome "funil", vem de um fenômeno de geomorfologia fluvial,  que acontece no Ribeirão de Sant'Ana, onde suas águas, ao passar em um determinado ponto da Serra, some "misteriosamente" (na verdade por um sumidouro), e só reaparece 50m à frente. Isso é raríssimo, e como geógrafa, eu nunca tinha presenciado.
 
 
Local onde o Rio infiltra e corre por canais subterrâneos.




 
O leito seco.
 

 
50 m depois, o rio reaparece.


 
A região é recheada de atrativos naturais que convida à prática do ecoturismo, dentre eles:
 
A Gruta do Funil:
 
Pertence a Vila do Funil, e com um esforço médio na subida, em 5 minutos, vocês terão a oportunidade de conhecer uma curiosa capela.
 


 
 
Cachoeira Toca do Coelho:
 
Posso dizer que a beleza dessa cachoeira, está em sua aparência mística, parece que você se encontra num filme, onde o enredo gira em torno de um poço da juventude, ou algo do tipo. É linda, suas águas de tom caramelo-avermelhado, cor típica das águas que passam por terrenos quartziticos, ficam aprisionadas em um poço natural, formado entre as rochas, é preciso ver para crer.
 


 
Outras cachoeiras como a Vermelha e a Amarela também integram o roteiro predileto dos visitantes que aqui veem.
 
Agora o que dizer sobre a Vila do Funil, um lugarejo pequeno, mas cheio de riqueza imaterial, que se mostra através dos "causos" e 'lendas", contados por cada personagem, que integra o número de cerca de 400 habitantes do lugar.
 
 



Seu Zé Mané.
 

 
Povo alegre, que mostra em seu jeito humilde, a alegria de viver em um lugar tranquilo, e cheio de paz.
 
Pousada Serra do Funil
 



A Pousada Serra do Funil é administrada por quem entende do assunto "BEM RECEBER". Gustavo cuida de todos os detalhes, (uma espécie de administrador Bombril - mil e uma utilidades), e não deixa nada escapar de seu crivo caprichoso, quando o assunto é agradar seus hóspedes, a quem prefere chamar de amigos.
A pousada é composta por espaçosos chalés, localizados próximo à piscina, além de charmosos chalés com mezanino (todos equipados com tv, ventilador de teto, banheiro e varanda), próximo ao restaurante típico mineiro, onde são servidos, às maiores delícias feitas em fogão à lenha, e tudo sob o comando da querida e simpática Dona Gracinha., que sem querer fazer trocadilhos, é uma graça, um doce de pessoa.
 


 




 
Quem ama cozinhar não se contém ao ver uma cozinha equipada e organizada, ainda mais, quando se junta com outra amante da culinária, aí não tem jeito, rolou um:  - desapega dessa cozinha, que agente vai invadir. (risos).
Foi assim que eu e Leidia, amiga linda, que conheci no Funil, e que assim como eu, está sempre fazendo coisas gostosas para a família, entramos na cozinha, e assumimos a responsabilidade pelo jantar dos demais hóspedes. (Eita responsa!!!)
 

 
E assim saiu, um delicioso Gnnochi à Bolonhesa, com esse queijinho da Serra ralado na hora, hummm...ficou tudo de bom.

 
Além desse  apetitoso Espaguetti à Putanesca, nosso prato surpresa, que não estava no Script.
 
 
 E assim, eu e Leidia ficamos satisfeitas e orgulhosas e os nossos amigos-hóspedes também.



 

 Antes de partir:
 
Além dos inúmeros atrativos naturais, alguns programas riquíssimos podem ser feitos´, como as visitas à produtores rurais locais.
 
Um lugar super aconchegante é a casa do Seu Zé Roque, um homem de voz mansa, e conversa boa que só, e que nos recebe em sua varanda, junto a sua linda família, ele nos conduz a um papo que nos faz perder a hora. Seu Zé,  produz em seu sítio, uma cachacinha de primeira, além de mel de qualidade. E nós, é claro, trouxemos exemplares dessas maravilhas.
 

 
 


 
 
 
 

 
 Outro ideia legal, é conhecer o Laticínio Serra do Funil, lá podemos ver um pouco do processo de produção de uma agroindústria, além de poder trazer para casa, queijo, manteiga e requeijão com gostinho de roça.



 
E para quem não consegue voltar pra casa, sem levar um artesanato que seja, (ou seja, Eu), a opção é visitar a casa da Dona Sandra, que faz filtros dos sonhos lindos e super caprichados, além de brincos belíssimos usando penas e/ou sementes.

 

 








Ah, e só para constar, sim, os brincos são todos meus, e mais 3 filtros dos sonhos que não estão nas fotos. Pois é, fiquei apaixonada e dei uma descontroladinha.

Queridos amigos e seguidores, isso é um pouquinho, do muito que este lugar tem para apresentar. Conheci as coisas sem pressa e sem desespero, pois quero voltar no Funil, muitas vezes. E quero que seja sempre novo, sempre especial, surpresas em doses homeopáticas, e isso, com certeza, encontramos por aqui. Esse será meu recanto, meu refúgio para os dias conflituosos. Será meu banho de paz na alma e no coração. Obrigada Gustavo, por cultivar, esse cantinho para que possamos desfrutar, dessas maravilhas sempre que precisarmos. Um beijinho no coração de todos, e até a próxima postagem.
 
Contatos:
Telefones:
(32) 3512 9212  |  (32) 8420 1083
 Email:
 

Principais distâncias do Funil:
 
- Rio Preto - MG: 18km
​(Município mais próximo da Vila do Funil)
- Valença: 45km
- Juiz de Fora: 108km
- Rio de Janeiro: 190km
- Belo Horizonte: 370km
- São Paulo: 360km
 

 
 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...